Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

I Miss you

I miss you
Sol no rosto, cheiro, fumaça
Verde agraça

I miss you
Deitado de braços abertos
Não percebendo o tempo que passa

I miss you
O vento, forte
Trepida, balançam arvores
Fazem Flores a dança,
De flolhas flutuam ao chão

I miss you
Pessoas
Sensíveis, faceis de lidar
Amizades encontros, esperados
Difíceis de explicar.

I miss you
Vivo um quebra -cabeça
Não consigo encaixe
Perfeito
Talvez meu lugar seja ai.

Escrito por Cícero Ribas.

Falsas esperanças

Tive falsas esperaças
Pensando que ia ser para sempre

Libertei, abri meus braços 
Sem ter medo
Investi todos meus sonhos e sentimentos

Acreditei não quis houvir 
Discuti, briguei com o mundo            2 x refrão
Quis seguir meu instinto
Por você

Por que me tratou assim
Me usou brincou comigo
deixando um vazio

Meu amor.

Escrito por: Cícero Ribas


Mentir

Ato
Ligeiro imediato
Diferentes fatos

Expert
Um talento herdado
Ou praticado

Raciocino
Criativo segue seu instinto
Benéfico
Depende do momento

Negativo
Quando apelativo
Positivo
Quando é preciso
Difícil
Conviver, mas às vezes é preciso.

Escrito por Cícero Ribas.

Acha que é mulher durona

Perversa
Brigona, mandona
Acha que é mulher durona

Se derrete
Quando olha Chocolate
Preferência o teu preto
São as cores do teu cabelo

Perversa
Brigona, mandona
Acha que é mulher durona

Não sabe o quer
Mas deseja algo bom
Verdadeiro na vida
Adora sorrir quando esta comigo

Perversa
Brigona, mandona
Acha que é mulher durona

No salto anda
Se desce sabe, quem é que manda
Faz careta
Mas adora, quando rola treta
Pimenta malagueta
Adoro esse teu tempero.

Perversa
Brigona, mandona
Acha que é mulher durona

Já te disse tenha calma,
Ria mais das minhas piadas
Que se acha graça
Por que a vida já é difícil
E às vezes se torna chata.

Minha

Perversa
Brigona, mandona
Acha que é mulher durona


Escrito por Cícero Ribas

Quero voltar a fazer

Tento não vem Quero fazer
Natutal, para alguém tão sentimental Complexo, incompreensível, obscuro.
Tento não vem Quero fazer
Rabiscos, descrições ou declaroções Desifrar, pressentir, acertar
Tento não vem Quero fazer 
Voltar, devolver, restituir Confiar, acreditar, crer No que um dia me fez escrever
Amor, inspiração, estimulo
Quero voltar a fazer.

Escrito por Cícero Ribas.